TAG de Natal

Tag de Natal

 

 

Já sabem que nós gostamos de fazer umas TAG’s de vez em quando, porque sentimos que assim partilhamos ainda mais um bocadinho de nós e daquilo que somos! Então dentro do Blogmas, nada melhor do que uma TAG de Natal!

Andava á procura de uma TAG de Natal, e encontrei o vídeo da Tânia Argent (youtuber/blogger portuguesa e proprietária da marca Argent Makeup), gostei, mostrei ao Dallas e decidimos responder!

Sem mais demoras:

Qual o teu filme de preferido?

Tiff: Adoro filmes de Natal, porque costumam ser sobre família e romance! No post Top 10 Filmes de Natal podem ver os meus preferidos. Mas se tiver de escolher um, escolho o Four Christmases (Surpresas do Amor). Porque é uma comédia romântica, que a rir e num humor bem leve, nos mostra a importância da família!

Dallas: Não sinto ter um filme preferido para época Natalicia, no entanto tudo o que sejam comédias romanticas, adoro. Afinal junta o melhor de dois mundos, rir e amar!

Qual a tua cor de Natal preferida?

Tiff: Sou sportinguista! E adoro verde! Acho sinceramente que o verde fica bem em tudo, o pinheiro é verde! Mas por norma no Natal misturamos o verde com o vermelho! E admito que o vermelho é tão Natal! 🙂 vá… eu admito: a minha cor preferida de Natal ( mas que fique bem assente, só, única e exclusivamente de Natal) é o vermelho! Pronto disse!

Dallas: Eu e a Tiff somos obviamente do Sporting, não poderia mesmo ser de outra forma. Gosto tambem muito do verde, claro! No entanto existem imagens que ficam para sempre na minha cabeça e ver o Canadá coberto num manto branco de neve, foi uma visão única e memoravel.

Tiff: Tinha de acrescentar isto ” Mas amor… o Canada não foi no Natal! E para além disso, passaste o tempo a queixar-te do frio e da namorada louca que te obrigou a ir para o Frio!” 😛 Fora isso, o Natal é neve sim! Branquinho!

Dallas: Sim, Canadá não foi no Natal, foi pouco tempo depois! E afinal, o Natal não é quando o homem quer?

Onde passas o Natal?

Tiff: Já passei a voar… já passei em Doha, Qatar e já passei em Kathmandu, Nepal, mas o “normal” é passar em casa dos meus avós paternos. Ainda que essa tradição esteja a mudar( este ano vou passar o 24 nos meus avós e o 25 em casa da mãe do Dallas!)

Dallas: O normal de Natal é passar sempre em familia. Como a família é pequena, o sitio é sempre o mesmo! 🙂

Tiff. A tua família cresceu! Adotaste uma serie de gente! Descansa que o Natal este ano não vai ser no mesmo sitio! Eu acho mesmo que vamos passar maior parte do tempo no carro, em viagem! 😛

Dallas: E venham os kms… 🙂

Costumas abrir os presentes na véspera ou na manhã de Natal?

Tiff: Sempre na véspera! Aliás se mos derem antes e não me proibirem de abrir… é na hora! Adoro prendas, sou super curiosa! Quero ver logo! 🙂 Afinal é um presente ou é tortura! ahah (boca para o Dallas), acreditam que tenho a minha prenda de Natal no meu quarto há quase uma 1 semana… ou seja 15 dias de tortura?! Ai vida….

Dallas: Esta pergunta é fácil… muito fácil. Dia 24… toca jantar a correr e abrir prendas!

Se só pudesses dar um presente a uma pessoa a quem seria?

Tiff: Á minha afilhada! Sem pensar 2 vezes! É a minha bonequinha do coração. E afinal não dizem que o Natal é das crianças?

Dallas: Uma vez por ano, escolhia um qualquer líder de uma nação, o prémio que lhe dava era a hipotese de passar uma noite de Natal, na rua, ao frio, junto dos que nada têm. Assim, quem sabe, se em tempos vindouros, não se esqueciam do que os levou a serem eleitos.

Tiff. Jasus sr. Dallas, estamos radicais hoje!

Dallas: Sabes como eu “enquadro” esta época!

A tua arvore de Natal é natural ou sintética?

Tiff: Sintética! Os pinheirinhos precisam de crescer e nós precisamos de ar para respirar. Ainda que ambientalmente se calhar o plástico é mais prejudicial, mesmo que tenha a mesma arvore há talvez 10 anos! Mas cortar um pinheirinho todos os anos… corta-me o coração! E sim, fala a menina que adora estar á lareira! Sei dos meus contrassensos, tento dar o meu melhor e penso na minha pegada ecológica, mas sou humana!

Dallas: Sou e serei sempre muito ligado ao que nos rodeia. Chego ao ponto de “salvar” uma qualquer aranha que ande perdida a passear, seja em cima da mesa, no carro, ou qualquer outro sitio. Cada um de nós tem o seu direito à vida. Os pinheiros, também eles vivem, por isso nada de pinheiros naturais. Como os sintenticos, têm também o seu impacto, sugiro uma moda para o Natal de 2016. Desenhe no seu computador, smartphone ou tablet uma arvore de natal. Assim, cada vez que olhar para um desses ecrãs, vê a “sua” arvore de Natal e poupou o nosso planeta.

Tiff: oh amor primeiro achei giro e ecológico e tal! Mas… se achas mesmo que para o ano não vou decorar a nossa casa e encher de bolinhas, luzinhas e afins… Corres o serio risco de até ires com camisolas de renas para o trabalho! upa upa!

Qual o teu doce de Natal preferido?

Tiff: Doce mesmo são os bolinhos de Abobora que eu faço! Passem no post Doces de Natal,  para ver essa receita e outra também muito boa! E quem fala de doçaria não podia deixar de falar nos adorados ferrero rocher! hummm Mas o meu chocolate preferido de Natal é o torrão, mas tem de ser o torrão de chocolate de leite da Suchard! Só encontro em Espanha! 🙁 já fui la no inicio do mês mas ainda não havia! Este fim-de-semana volto a atacar! 😛 Já disse que sou super híper mega gulosa? não? ups! Ah ah

Dallas: TODOS…. BOLINHOS!!!! Ahahahaha… sou mesmo muito goluso. Bem, na lista de preferencias, lampreia de ovos, e filhoses, das fininhas e estaladiças.

Gostas mais de receber ou de dar?

Tiff: Como menina mimada que sou, adoro receber. Mas oferecer a prenda certa e receber o sorriso e o brilho nos olhos da pessoa a que se ofereceu algo com amor e carinho é delicioso e impagável! 😛 Por isso aqui não posso escolher! Porque dar é receber!

Dallas: Gosto mais de dar, nunca gostei muito de receber prendas.

Qual o melhor presente que já recebeste no Natal?

Tiff: Em criança lembro-me de um nenuco que o meu pai me deu. Um para mim e outro para a minha prima. Um rosa e um azul. Adorei aquele presente, por vários motivos. Primeiro porque adoro a minha prima e para mim sempre foi a irmã que não tive. (excepto quando lhe dei a família da Barbie e ela queimou tudo! Ai roguei-lhe pragas… acreditem! ah ah). E também porque quem sempre comprou as prendas foi a minha mãe. Mas naquele ano, sem exemplo, o meu pai foi ás compras sozinho e surpresa… presentes para toda a gente! Para além dos que a minha mãe já tinha comprado! ah ah Voltamos á parte em que eu sou extremamente mimada! 🙂 Ainda assim, guardo o gesto e não propriamente os presentes! 😛

Outro dos “presentes” ou devo dizer gesto mais bonitos, foi o sr Dallas que deu! Há 2 anos, no dia 24 passei o dia em Doha, em casa, porque a noite ia voar. Ou seja, basicamente passei o dia a choramingar sempre que não estava no Skype com a minha família e o sr. Dallas passou o dia ao telemóvel comigo, simplesmente para que eu não me sentisse sozinha! E pouco antes do meu voo, jantei e ele (no tlm) ali estava a minha frente para eu não jantar sozinha! Foi um Natal, meio tristinho, mas com a melhor prenda que o meu principe me podia dar: tempo e atenção.

Dallas: A melhor prenda de Natal que tive, foi a Tiffany. Andei uma vida inteira a sonhar com ela. Como a conheci em Novembro, já me sentia em modo Natal, como tal considero que o Pai Natal mexeu uns cordelinhos para que a minha vida se cruza-se com a dela e seguisse o mesmo caminho. No meu caso o Pai Natal não veio da Lapónia, de trenó e com o Rudolf, veio sim de Boeing 777 e ia para a Ásia.

Qual o teu destino de sonho para esta época?

Tiff: New York! Adoro a cidade, o ambiente, as pessoas até os prédios! Nunca consegui ir lá nesta época! 🙁 Mas quem sabe Dezembro de 2016 não é a altura certa, ah sr. Dallas? 😛 ah e… se quando fui lá fiz imensas compras… imaginem eu a fazer as compras de Natal em New York! uhuh 😉

Dallas: Em epócas natalicias, já estive em países quentes. Ainda que não tenha passado lá o Natal, digo com toda a certeza que não é o mesmo espirito natalicio quando se anda de calções e gorro de Pai Natal. Eu sempre associei muito o Natal ao frio. Como amo muito o meu país, bem Natal de sonho é em Portugal.

És uma profissional a embrulhar presentes ou não te safas?

Tiff: Não diria que sou uma profissional, mas safo-me!

Dallas: Eu acho que sou uma autentica desgraça nos embrulhos! Talvez  consiga lançar uma moda, o embrulho “sem jeito”.

O que te fez perceber a verdade sobre o Pai Natal?

Tiff: Honestamente não me lembro. Mas e que tal perguntar á minha mamã? “Mi chamada á receção aos comentários, contas-nos essa história ou não te lembras?”

Dallas: Desde pequeno sempre sonhei com tudo o que podia e não podia. No entanto, o Pai Natal nunca fez parte do meu imaginário.

Costumas fazer resoluções de Ano Novo?

Tiff: Nem por isso. Acho que a evolução e os objetivos não têm data marcada.

Dallas: Sim, por vezes faço resoluções. Se as cumpro… bem isso é outra história! LOL

 

Gostaram?

Sintam-se á vontade para responder! E a todos um feliz Natal

Beijinhos,

Tiff & Dallas

Partilha:

Deixa-nos o teu comentário