Praia no Inverno: Espinho

Na semana passada iniciamos a série Escapadinhas que aquecem o coração, começamos por falar da nossa estadia no Luso, Buçaco e Curia, os tratamentos termais que fizemos e algumas visitas por perto.

Hoje decidi escrever sobre um fim-de-semana que passamos no Inverno do ano passado em Espinho. Sim, praia no inverno!

Foi um fim-de-semana em que não tínhamos programado nada e não sabíamos muito bem para onde ir, então começamos a ver hotéis e surgiu a hipótese de ir para Espinho. Assim foi! Sem motivo aparente!

Infelizmente, ou não! Na altura estávamos mais dedicados a aproveitar o momento do que a tirar fotos… Não vos acontece isso? Eu adoro fotografia e ando sempre de maquina, ou telemóvel na mão… Mas há alturas em que simplesmente não me apetece, parece que preciso de viver ao máximo aquele momento! Sem nenhuma ligação ao virtual. E a verdade é que retenho muita mais informação!

O que é certo é que assim que penso em Espinho, lembro as caminhadas que demos!

Ficamos no Hotel Solverde, que tem acesso direto a praia, por onde acedíamos também ao passadiço que nos levava até à cidade. Estas viagens ficaram marcadas pelo vento ( é de conhecimento geral que Espinho é bastante ventoso!), mas também porque nesse fim-de-semana estávamos virados para aquele jogo das letras. Sabem? Dizemos “A” e vamos desfilando mentalmente o abecedário até que a outra pessoa diga “STOP”, e quando encontramos a letra escolhida temos de dizer países, cidades, frutas, legumes (o que foi acordado antes) iniciadas com essa letra. Bem nesse fim-de-semana, dedicamo-nos aos países e cidades! 🙂

No fim destas caminhadas, e chegados a Espinho, era hora de almoçar ou jantar! No 1º dia encontramos um restaurante muito simpático e com muito boa qualidade. Fomos fieis! 🙂 Ficamos fãs! Não me lembro do nome, no entanto sei que se por lá passarem encontrarão com certeza o vosso restaurante de eleição, pois há vários e provavelmente todos muito bons!

E agora vocês perguntam? Então e que mais fizeram?

E eu respondo. ” Para além de brincar, namorar, caminhar, comer, aproveitar as instalações do hotel ( essencialmente piscina), hummm conversamos muito e sentamo-nos na praia ( sim a molhar o rabo ups! a areia tava molhada) a olhar para o mar, o Dallas a fazer-me cafuné e a ver passar os cavalinhos!”

Querem melhor fim-de-semana do que este?

Estar com a pessoa que amam, sem preocupações, sem necessidade de fazer nada, não havia um objetivo para este fim-de-semana… não era um fim-de-semana para bronzear, ou ver monumentos, ou fazer escalada…. nem sequer um fim-de-semana para descansar! Era um fim-de-semana para namorar! E haverá melhor sitio para namorar do que ao lado do namorado? Seja isso onde quer que seja? 🙂

Portanto, quando não souberem para onde ir… Podem ir para Espinho, sentar-se a olhar o mar e ver os cavalinhos passar (eu adoro cavalos!), conversar ou simplesmente ouvir o mar! 🙂

Beijinho,

Tiffany

 

Partilha:

Deixa-nos o teu comentário