Os adivinhos de Libba Bray

Os adivinhos de Libba Bray

Nunca tinha lido nada desta autora, aliás nem conhecia! Mas o livro “Os adivinhos” foi uma bela surpresa! Na semana passada fui ás compras e passei na zona dos livros, só para espreitar, como faço tantas vezes! De vez em quando vem algo comigo… já se aperceberam que adoro ler!

Voltando ao supermercado: estavam com uma série de promoções e eu fui espreitar. Entre outros, estava o livro “Os adivinhos” (a 5€); folheei, li o resumo…. e lembrei-me do desafio de leitura; pensei que provavelmente daria uma leitura interessante e que se enquadra no desafio: trouxe para casa! 😛

Assim que cheguei a casa  li o resumo com mais calma e percebi que me tinha enganado: pensava que era um livro com vampiros ( é uma das categorias do desafio!); mas achei muito engraçado e fiquei curiosa! Então decidi que seria a minha próxima leitura! O normal é comprar e ir para a estante, até terminar os vários que tenho em fila… Mas assim que acabei o livro que estava a ler (decidi não fazer review porque não morri de amores por ele!), comecei a ler este!

Só vos posso dizer que são 579 páginas de pura diversão! Li em 2 dias… (sim, não fiz absolutamente nada no fim-de-semana, senão ler!)

Review

Como sempre vou tentar fazer uma review sem desvendar a história…

Basicamente o livro traz-nos umas personagens “Os adivinhos”, que vêm com diferentes características, ou formas de “adivinhar” segredos, o futuro, o passado…

Percebemos logo no inicio que a Evie (personagem principal) tem o poder de descobrir os segredos das pessoas, através de objetos que lhes pertençam.

É por causa deste seu dom peculiar, que os pais a enviam para Nova Iorque, para casa do tio. Tio este que trabalha e gere o Museu Americano de Folclore, Superstição e Ocultismo – o museu dos Arrepios.

Assim que chega á cidade vai conhecendo pessoas com características paranormais, os ditos “Adivinhos”; no entanto nenhum deles se “apresenta” como tal; só o leitor e a personagem sabe! Pois estes dons vão se revelando, mas são bastante confusos para as personagens, que não compreendem integralmente o dom que têm!

Entretanto, por ser curiosa Evie vê-se no meio do que parece ser o ataque de um serial killer com nuances de ocultismo. Quando percebe que o seu dom, pode eventualmente ajudar a desvendar o mistério e por consequinte apanhar o assassino, Evie entra um remoinho de emoções: revelar ou não o seu dom; que ela própria não compreende e não controla.

A história é cativante e baseia-se nesta batalha entre revelar ou não o dom e toda a trama que envolve apanhar um assassino!

Posso dizer que li em 2 tardes ( lá se foi o fds!) e não consegui fazer absolutamente mais nada enquanto não terminei!

A aproximação do fim

Assim que me aproximei do fim, o livro começou a deixar-me angustiada e mais curiosa ainda, porque pequenos pormenores pareciam não estar a ser desvendados! Aliás os restantes adivinhos não se expõem… Ou seja, comecei a sentir que faltava algo….

O mistério da série de assassinatos vai sendo desvendado e sentimo-nos cada vez mais próximos da personagens, em especial da Evie. No entanto, quando faltavam sensivelmente 100 páginas, comecei a questionar-me se seria um daqueles livros que nas últimas 20 páginas revela tudo e ficamos a sentir que a história acabou precipitadamente!

Mas não! Só quando li a última página, percebi que a minha curiosidade iria ficar por sossegar! Por isso, devo dizer que o sentimento final é agridoce! Se por um lado gostei de perceber que a escritora se dedicou a contar a história pormenorizadamente e dedicar-se apenas ao assassinato; por outro lado fiquei curiosa e triste por não compreender uma série de detalhes…

O que me obrigou a pesquisar, para descobrir que “Os adivinhos” tem seguimento : o livro “Lair of Dreams”. Infelizmente este livro ainda não está disponível em Portugal. Penso que ainda esteja a ser traduzido! Não me importava de o ler em Inglês, ou Francês, ou até em Espanhol! Tenho de ver se o encontro á venda! 😛

O titulo

Mas tudo isto faz-me “discordar” do titulo do livro “Os adivinhos”!

Quando fui descobrindo as personagens e as suas capacidades; ainda que alguns deles ainda não as revelaram… pensei que estas personagens seriam importantes para a história e que os seus dons seriam fulcrais para desvendar o mistério dos assassinatos! No entanto não foi assim! Foi como que uma iniciação, uma apresentação das personagens para o próximo livro! O que em parte me agrada porque me deixa curiosa…. mas faz-me discordar do titulo do livro! Pois afinal não se trata dos adivinhos… os dons dos restantes não sao fulcrais para a história!

Trata-se sim da Evie e do seu dom numa luta contra um assassino terrível; e em de forma “dissimulada” a apresentação de uma história que se prenuncia como ainda mais tenebrosa do que a que lemos n’ “Os Adivinhos”; e  de um apresentar de personagens!

Resumindo e concluindo, gostei do livro é intenso e cativante e apesar de me ter deixado curiosa/furiosa, estou ansiosa por ler o próximo! Aconselho para quem gosta de policiais misturado com temas paranormais!

Alguém já leu? Concordam comigo relativamente ao titulo?

E aa trilogia Gemma Doyle, já alguém leu? Aconselham? A escrita desta autora é tão leve! Estou tentada a comprar a trilogia! Que acham?

Beijinhos,

Tiff

 

 

 

 

 

Partilha:

Deixa-nos o teu comentário