“O Tempo entre Nós” de Tamara Ireland Stone

“O Tempo entre Nós” de Tamara Ireland Stone

 

“O Tempo entre Nós” de Tamara Ireland Stone é um romance leve, de leitura fácil, apesar de envolver questões físicas bem complexas, como viagens no tempo! Quando li o resumo pensei que seria um romance bem mais obtuso, daqueles complicados e intrigantes. Claro que podemos sempre deixar a nossa massa cinzenta divagar e pensar em tudo o que envolvem as viagens no tempo; em como várias partes do livro, podiam ser esmiuçadas para tornar o tema mais absorvente e interessante. Mas a escritora optou por escrever um romance simples apesar do contexto complexo!

Não estão a perceber nada do que digo pois não? Vou fazer a review do livro e no fim volto a atacar com a minha opinião! Mas para já quero que fiquem com esta ideia: Se procuram um livro profundo, este não é o “Tal”! Se procuram um romance leve, adolescente e um livro fácil e rápido de ler, mas com algumas nuances diferentes das “típicas” histórias: Este é o “Tal”!

Resumo

Anna é uma jovem estudante de 16 anos em 1995; que se apaixona por um jovem chamado Bennet. Desde o primeiro minuto nota algo de estranho no comportamento dele; há algo intrigante na forma como ele a olha e no modo como sorri para ela. No entanto, inicialmente ela não consegue perceber o que é… mas tem a certeza que quer saber e conhecer este rapaz de sorriso aberto e cabelo despenteado!

Por seu lado, Bennet é um jovem de 17 anos, no entanto em 2012! Pois… aqui começam as “coisas curiosas”. Bennet tem a capacidade de viajar no tempo e como é obvio não o pode declarar, portanto sem dúvida que há um certo misticismo nele; ainda por cima ele não está em 1995 por acaso, ele é um homem com uma missão. Assim sendo e por ser uma missão secreta, apesar de Anna também lhe suscitar curiosidade, ele sente-se impelido a fugir e não se deixar levar por aquilo que vai sentindo!

O enredo vai-se desenrolando apesar da apreensão de Bennet e da total atração de Anna, até ao momento em que… algo acontece e eles são afastados! Mas não afastados apenas por kilometros ou distância! Afastados em termos temporais; ela permanece em 1995 e ele volta a 2012. Será que não vão voltar a ver-se?

 

Personagens

O livro gira á volta de Anna e Bennet; o resto das personagens são bastante secundárias. Focando-nos totalmente no casal de apaixonados. Apesar de serem adolescentes, estes jovens não têm nada de inconsequentes; pelo contrário são ambos (de formas muito diferentes) personagens bem desenvolvidas e maduras; ambos cientes da sua importância e das suas capacidades.

Anna provem de uma família modesta, e tem o sonho de viajar e conhecer o mundo. Trabalha na livraria do pai em part-time, estuda num colégio privado, no qual conseguiu uma bolsa e ainda corre todas as manhã, pois participa em competições regularmente. É uma miúda lutadora e sonhadora.

Por seu lado Bennet tem uma vida facilitada economicamente, mas vive no seio de uma família desassociada; de modo que fica maravilhado com o carinho e apoio que percebe haver na família de Anna. Devido á sua capacidade de viajar no tempo, conhece lugares maravilhosos em todos os recantos do mundo.

Facilmente, percebemos que um tem o que outro procura: ela tem exactamente aquilo que ele provavelmente há muito perdeu: o conforto de um lar e o apoio e amor dos pais, uma família e uma vida comum e normal; e em contrapartida ele tem o que ela há muito procura: as aventuras e as viagens, o conhecer o mundo.

 

 

A minha opinião

 

 

Há muitas formas de ler/ver este livro. Podemos lê-lo de forma meramente superficial, como apenas uma hora ou duas que tiramos para descontrair, sem pensar. Ou podemos olhar de forma mais atenta e  compreender que a vida do vizinho pode parecer perfeita, mas nunca é!

Podemos também pensar na física e nas equações que envolvem as viagens no tempo (isso é capaz de dar pensamentos para uma vida inteira! )

Considero que o livro podia ter detalhado mais certos pormenores; claro que não queria a explicação das viagens no tempo! ou se calhar até queria…Lol

Mas há várias pontas que ficam soltas… especialmente o que aconteceu com a irmã de Bennet (motivo pelo qual ele volta a 1995 e encontra a Anna)

Apesar de ter achado uma leitura levezinha e de gostar de livros com mais “substância”, gostava de ler o “Time After Time” que promete ser a continuação do romance/história, mas contada pelo Bennet! A verdade é que estou a “precisar” de ler um livro narrado pelo sexo oposto (Desafio de Leitura de 2016); por isso talvez seja este!

 

 

 

Já conhecem este livro? Ficaram curiosas? Preferem romances ou ficção cientifica?

Beijinho,

Tiff

Deixa-nos o teu comentário