O melhor e o pior do Natal

O melhor e o pior do Natal

 

Como em tudo na vida há o melhor e o pior, o lado positivo e o lado negativo, os prós e os contras. O Natal não podia ser diferente!

Antes da correria de amanhã, vou tentar dar-vos algumas soluções para levar da melhor forma as piores coisas do Natal!

Então vamos começar pelo melhor!

Para mim o melhor do Natal é estar com a família, o aconchego da lareira, ver alguns familiares que vemos poucas vezes por ano (alguns até só mesmo neste dia).

Ainda que goste da comida e dos doces, não considero o melhor! Faz parte mas não é o melhor!

Gosto mais dos presentes! Ah ah Adoro a expectativa de ter um embrulho na mão e não saber o que é! E claro também “gosto de gostar” dos presentes!

Gosto de receber, mas adoro dar! A procura dos presentes, andar nas lojas todas decoradas e com música natalícia! (Desde que não esteja demasiada gente!)

E gosto também muito de ver o brilhozinho nos olhos (especialmente dos pequenos) de quem recebe a prenda. Primeiro a curiosidade, depois a alegria de receber algo que gostou, e para mim a alegria de dar algo que faz a outra pessoa feliz!

E gosto também muito de uma tradição:

Em casa dos meus avós deixa-se sempre a mesa posta com os doces para os anjinhos, desde pequena que ouço isto e apesar de não acreditar que os anjinhos ou mesmo o pai natal vá comer seja o que for, mas acho a ideia tão pitoresca e romântica! Gosto, pronto! 🙂

E o pior?

O pior mesmo acho que é perceber no dia 24 que falta uma prenda, ou então canela em pó… e por causa de uma coisinha minúscula ter de enfrentar o transito e as pessoas, porque até aquelas lojinhas de rua pequeníssimas estão super lotadas! 🙁

Por isso tento sempre fazer as compras com antecedência de preferência com uma lista, para ter a certeza que não falta nada! Ainda assim se tiver de ir ás compras por algum motivo, tento ir o mais cedo possível ou a hora do almoço, apesar de neste dia não haver um único horário menos movimentado!

E quando recebemos uma prenda que não gostamos e para não ferir suscetibilidades, temos de fingir que gostamos, quando grande parte do nosso cérebro já esta ocupado a pensar o que raio vamos fazer com uma camisola amarela as pintinhas azuis e verde, que nem para dormir com o gato temos coragem de vestir…( é que os gatos também têm um sentido de moda refinado! :p )

Prometi soluções para situações como esta? Desculpem, mas para tias, avos, primas ou amigas com extremo mau gosto não há solução! ah ah ah

Vá.. têm 2 hipóteses, ou são francas e magoam uma vez e provavelmente serão para sempre criticadas e catalogadas como a “esquesitinha vaidosa!” ( é o meu apelido carinhoso entre a família!)

Mas o que é certo é que depois de alguns anos (enquanto adolescente) a revirar os olhos e agradecer com sorriso amarelo, percebi que o melhor era ser sincera. A sinceridade, desde que bem colocada, funciona e dar dicas de moda ao longo do ano, também! 🙂

A outra opção é continuar a receber prendas que não gostamos e armazenar na dispensa até não caber mais. E rezar para que a tia, a avo, a prima ou a amiga não se lembre de te convidar para jantar e dizer

“veste o vestido laranja (natal 2012), com o casaquinho azul (natal 2013) e os sapatos verdes (natal 2014) que ainda não te vi com nada!”

Sim, eu sei, esta tia, avo, prima ou amiga imaginária é mesmo completamente fashion excluida! lol

Mas era só para demonstrar que a sinceridade é sempre preferível!

E contem-me… Têm histórias destas? Ah ah

Mais coisas menos boas do Natal?

E a trabalheira?

É fazer bolos, doces, comida… por a mesa para 500 pessoas, lavar loiça, ou por tudo na maquina, mas ainda assim lavar muita coisa… que canseira! Mas a verdade é que compensa! 🙂

E pelo menos lá em casa é tudo feito em família, onde todos ajudam, nada custa! 🙂

E pronto, por hoje não me vou alargar mais! Claro que podíamos falar na família que falta… nos que nem sequer têm família, nos sem-abrigos, nos cãezinhos, nos doentes, nos refugiados, nas guerras… infelizmente há sempre coisas más! 🙁 Mas por hoje, não vamos fechar os olhos, vamos ser solidários e dar o pão a quem precisa, mas sem tristeza, apenas com amor e alegria no coração! 🙂

Um beijinho,

Tiff

E não se esqueçam do passatempo! Tanta coisinha linda que vai ser sorteada no dia 25!

 

Partilha:

2 Comments

  1. Helena Raquel Baptista
    26 Dezembro, 2016 / 18:53

    Olá tiff ♡ este natal correu bem. Melhor do que o que estava à espera! Decidi ir ver a minha mãe ontem que ja não via desde maio (problemas de família) …

    Por acaso este ano tudo o que recebi gostei bastante ♡ mas não recebi roupa eheh
    Beijinho grande :*

    • 27 Dezembro, 2016 / 19:46

      Lenita, fico feliz de saber isso! A familia é muito importante e nada melhor do estar em paz! 🙂
      Na minha opinião mesmo que não tivesses prendas, o facto de estares bem com a tua mãe e de a teres visto… já é uma big big prenda! 🙂
      De resto, ainda bem que gostaste das prendinhas! 😛
      Eu recebi 1 gola! é considerado roupa? ou acessório? No fundo é um pouco dos 2! Porque é giro e é quentinho! 😛
      Também gostei das minhas prendinhas! Sabe sempre bem ser mimada! 🙂
      Beijito

Responder a Tiffany Cancelar resposta