Dar Es Salam, Tanzânia

Dar Es Salam, Tanzânia

 

A Tanzânia é um pais lindíssimo com imensos sítios para visitar, infelizmente eu só conheço Dar Es Salam.

Por norma quem vai para a Tanzânia vai com o intuito de fazer uns safaris, visitar o Kilimanjaro ou voa diretamente para Zanzibar. Sobrevoei o Kili algumas vezes e é maravilhoso! Estive quase para ir fazer trekking, mas infelizmente não conseguia folgas coincidentes com os meus companheiros de caminhadas mais aventureiras! 🙁  Zanzibar ainda é daqueles destinos de sonho (está na wishlist!)

Hoje decidi contar-vos o que fazer, na minha opinião, caso tenham uns dias em Dar Es Salam.

Estive 2 vezes em Dar Es Salam, ambas por apenas cerca de 24horas! 🙁

Apesar de não conseguir fazer roteiros mais “apetecíveis”, como “dar um saltinho” (2h em ferry boat) á Zanzibar ou fazer um safari, aproveitei muito bem ambas as estadias!

Da primeira vez, voei num A320, um avião pequenino e com apenas 8 membros da tripulação (4 na económica, 2 na business, 1 capitão e 1 co-piloto). Por norma, quando tínhamos layovers com uma tripulação mais pequenita, o grupo unia-se mais e saiamos todos juntos!

Coco Beach, dar es salam

Foi o que aconteceu desta vez, passamos a tarde na Coco Beach, uma praia pertinho da cidade, com um ambiente muito calmo e pouco movimentada!

Coco Beach, dar es salam

Infelizmente não tenho foto, mas nunca vou esquecer o momento em que chegamos á praia:  estava um pastor (devidamente trajado, tal como vemos no national geographic) e o seu rebanho de ovelhas a sair da praia.

A tarde foi passada entre a praia, o mar e o cafezinho. Apesar de ser um pais maioritariamente muçulmano e portanto convém ser discreto, não nos sentimos nada incomodadas por estar de biquíni, e o mar estava com uma temperatura deliciosa, apesar de já ser inverno naquela zona!

Com o anoitecer, chegou também a fome, pelo que fomos directos para o restaurante mais aconselhado da zona: o Seacliff Restaurant.

Gostei especialmente da esplanada e do facto de ser tudo envidraçado, pois o restaurante está no topo de uma ravina em frente ao mar. A especialidade deste restaurante é o marisco. Comi lagosta e gambas e devo dizer que estava delicioso.

E assim demos por terminado este dia e voltamos ao hotel já de pancinha cheia e prontos para dormir qualquer coisa como 4 ou 5 horas, antes do voo de regresso a Doha! Nada a que não estivéssemos habituados, pois quem tem este tipo de emprego por vezes tem de decidir entre comprometer as visitas /passeios ou as horas de sono! Na grande maioria das vezes o sono era negligenciado, por isso que a maior parte das vezes, quando estava em Doha (casa) apenas por um ou dois dias, nem saia de casa, só dormia… ás vezes nem acordava para comer! 😛

bongoyo island, tanzania

Na segunda vez que fui a Dar Es Salam o tempo também não era suficiente para fugir muito da cidade, mas eu e 2 colegas decidimos ir até uma ilha por perto: Bongoyo Island

dar es salam, tanzania

A viagem não chegou a demorar 30 minutos, ainda que passamos por 3 barcos! Isto porque, o barco que faz a travessia até á ilha é maiorzito então tivemos de ir num barquito mais pequeno até a este barco maior e o mesmo aconteceu quando estávamos a chegar perto da ilha!

bongoyo island, dar es salam

Esta viagem foi em Agosto, portanto estávamos no pico do Inverno em Dar Es Salam, e apesar de termos apanhado chuva (como podem ver nas primeiras fotos), no incio da tarde o tempo abriu e lá conseguimos aproveitar para bronzear um bocadinho e ir á agua!

Devo  já avisar que esta ilha não é muito frequentada por turistas e é só para quem tem um bocadinho de espirito aventureiro! Penso que a foto do wc ajuda a perceber… 😛

wc,bongoyo island, tanzania

Escusado será dizer que fiz xixi no mar! Sim, fiz xixi no mar! hihi Entre o wc, a mata com cobras (e já vos conto o porquê de eu nem ter posto os pés na mata!), e o wc… preferi o mar! 😛

Bongoyo island, dar es salam

Bem, a história: Estávamos a almoçar na barraquinha que vêm na foto. O almoço foi um churrasquinho feito de forma artesanal, num barbecue improvisado com um baril! O churrasco estava delicioso e eu bebi um cervejinha para ajudar tudo a fermentar! Ah ah mas voltando á história… estávamos a almoçar calmamente com os pés na areia e o rabinho sentado nuns banquinhos de madeira, quando alguém lança um grito… todos nos assustamos e instintivamente eu saltei para cima do banquinho de madeira, porque caso fosse um leão ( ah ah) o banquinho de madeira seria suficiente para o reter! Obvio! Não, estou a brincar! sabia que boa coisa não era, mas também não pensei que fosse uma cobra com 1 metro e tal de comprimento…. simmmmm uma cobra enorme que decidiu passear-se pela barraquinha onde várias pessoas estavam a almoçar! Mas os donos do restaurante disseram que não havia problema, que ela não se metia com ninguém e que já ia seguir caminho para o mato! E assim foi! Gostei de ver a cobra, porque o meu banquinho de madeira protegeu-me e porque fiquei ainda mais convicta de que o meu frango definitivamente não era rato! Afinal os ratos deviam ser o almoço da cobra! 🙂

lol eu brinco brinco, mas obvio que tive um nikinho de medo! E sim, comi de tudo em todo o lado! Se me fez mal, ainda não sei! até hoje não notei nada, no máximo portei-me mal com uma sanita ou duas…

Bongoyo island, dar es salam

Bem voltando á ilha, depois do almoço, aproveitamos a tarde de sol que se fez maravilhosa e não fizemos nada mais do que ressonar, virar de frente, ressonar, virar de trás! Já tinha dito que todos os momentos eram aproveitados para dormir? 😛

Conclusão gostei muito desta ilha quase selvagem!

No final do dia regressamos á cidade e ainda passamos por um mercadinho, perto do local onde apanhamos o barco (peço desculpa mas não me lembro do nome do mercado!). Fiz uma série de compras claro! Um chapéu, uma mala e uma echarpe! Tudo artigos que adoro e que me fazem sempre lembrar este dia e este recanto de Africa!

Era suposto ter falado numa ótica mais turística sobre Dar Es Salam, mas hoje apeteceu-me partilhar convosco um bocadinho das minhas peripécias! Espero que tenham gostado! E que a cobra não vos afaste destes destinos maravilhosos!

Quem sonha com Zanzibar? E quem gostava de escalar o Kilimanjaro?

Eu! EU! EU! 🙂

Já vos disse que viajar e conhecer o mundo é viciante?

Beijinhos,

Desta vossa Tiff que tem muitas facetas!

 

 

Partilha:

2 Comments

  1. Natasha
    11 Março, 2016 / 07:42

    Por acaso Tanzânia seria um dos próximos destinos, mas por enquanto vai ter de esperar 😉

    • Tiffany & Dallas
      11 Março, 2016 / 11:12

      Pois agora por uns bons tempos não vai ser fácil… Fica para mais tarde! 😛

Deixa-nos o teu comentário