A Rapariga no Comboio

A Rapariga no Comboio

A rapariga no Comboio de Paula Hawkins é simplesmente um dos livros mais empolgantes que li ultimamente! Sem exagero, li em 2 tardes! Fiz uma viagem longa e o livro foi a minha companhia (1ª tarde). Como estava tão empolgada com o enredo, não resisti a terminar, assim que cheguei a casa, ou melhor na tarde seguinte!

Não quero levantar muito o véu, pelo que não me vou estender. Mas de facto é um livro viciante, que dá vontade de ler mais e mais, porque queremos compreender a história e descobrir os vários mistérios!

A Rapariga no Comboio paula hawkins

Para quem está totalmente a leste, vou fazer uma mini introdução ao livro:

Rachel

O livro apresenta-nos logo nas primeiras páginas, a Rachel, como a protagonista principal destas 319 páginas!

Inicialmente, ou a um olhar mais descuidado a Rachel é apresentada como uma jovem cuja vida desabou. Divorciada, sem amor próprio e que se esconde por detrás de vícios. Caracterizando-se a si própria como uma gorda alcoólica e ainda dependente do passado e de um amor que não resultou, mas que ela parece não conseguir largar.

Esta seria a caracterização da Rachel, mas desengane-se quem achar que ela é meramente isto! Até porque, ninguém é tão linear assim! E a Rachel é uma personagem profunda e conturbada, por quem, ao longo do livro, acabei por sentir grande afeição, carinho e compreensão.

As personagens

O livro decorre ao redor da vida de 3 mulheres, e dos homens que as acompanham. Para não estragar o suspense, não vou abordar as suas características e/ou o envolvimento entre elas e a sua importância para o enredo. Mas devo frisar a segunda protagonista principal, a Megan, por ser também ela uma personagem bem forte e recheada de enigmas .

Já a Anna, é nos dada a conhecer como sendo uma  mulher sem escrúpulos, insensível e mesquinha; o que se revela ligeiramente errado. A caracterização desta personagem seria um excelente debate, no entanto isso revelaria quase todo o livro.

O enredo

Podia dizer que tudo começa porque a Rachel, a Rapariga no Comboio é uma mulher curiosa e gosta de observar as casas e os seus ocupantes. No entanto, este está longe de ser o motivo e também longe de ser o inicio! Ou melhor é o inicio da narrativa, mas não o inicio do enredo! E mais não digo.

Portanto, numa das suas viagens entre o terminal da cidade onde vive e Londres, Rachel observa um casal e fantasia com a vida que eles têm. No entanto um dia vê algo que a deixa perturbada e intrigada. Tão intrigados como nós ficamos com o desenlace da história, a partir deste momento.

É este acontecimento que faz desenrolar toda uma história cativante e que nos faz ler sem parar, pura e simplesmente porque queremos compreender.

Conclusão

O livro encaixa-se na categoria dos thrillers e é esse remoinho de acontecimentos, surpresas e desmentidos que nos envolvem numa leitura compulsiva. No entanto, para mim, não foi só a forma como vamos desbravando e descobrindo peça a peça, página a página a história, mas muito também pela profundidade das personagens.

Conclusão o livro provocou-me momentos absorventes e compenetrantes mas também grandes momentos de reflexão! É um livro que aconselho vivamente!

Adorei o livro e agora estou ansiosa pelo filme! Penso que estreia em Outubro. 🙂

E vocês, já leram ou esperam pelo filme?

Beijinhos,

Tiff

 

8 Comments

  1. Ana Marques
    4 Julho, 2016 / 17:30

    Tou a ler …. é diferente, acho que vou gostar. Realmente, a Paula Hawkins tem uma maneira
    curiosa de despertar o interesse do leitor.
    Beijinhos.

    • Tiffany & Dallas
      5 Julho, 2016 / 14:51

      Sem duvida, Paula Hawkins chegou e venceu! Está para breve um novo livro dela e sem duvida vou querer ler! 😛

  2. Helena Raquel
    4 Julho, 2016 / 13:37

    Eu ando preguiçosa para ler , ainda estou a ler a coleção arrepios , 😡 ehehe
    quando começo gosto , mas por vezes falta aquela vontade de começar , 😡

    • Tiffany & Dallas
      4 Julho, 2016 / 14:37

      Já tínhamos falado sobre isso! Continua linda! Eu também em breve vou ter de ler um livro de vampiros… ainda nem sei qual… É para o Desafio de Leitura Alguma ideia?

  3. 4 Julho, 2016 / 13:32

    Eu tenho lido tão pouco que até tenho vergonha! Vou ver se nas férias trato de melhorar isso (=

    • Tiffany & Dallas
      4 Julho, 2016 / 14:39

      Princesa se queres uma ajudinha em forma de desafio…
      Desafio-te a fazer o Desafio de Leitura
      Fazes como eu, que também andava desleixada…
      Colocas no blogue e assim é como uma ” obrigação”, mas das boas! Comigo tem funcionado! 😛
      Força e aproveita agora nos dias de praia! 🙂

  4. Filipa Braga Garin Neves
    3 Julho, 2016 / 21:07

    Qual valor do livro?

Responder a Tiffany & Dallas Cancelar resposta