A nossa História

A nossa História

 

Quando escrevemos o Post numero 100, decidimos festejar, por isso fizemos vários posts e muitos miminhos ao longo de quase 2 semanas! Dizemos também que a comemoração terminava com o contar da nossa História! Por isso, hoje o post é isso mesmo! A nossa História!

Antes de iniciarem a leittura da história, devem clicar no play do filme de youtube que colocamos aqui e ouçam de fundo a música. Esta música é também um pouco de nós, pois é a nossa música!

Os créditos da música são da The Cinematica Orchestra e a música chama-se Crimson Skies.

 

 

Estão prontos para uma dose de romance?

Era uma vez…


Uma viagem para os lados da Asia. A viagem, tal como muitas outras começou com alguma confusão (agendamento) e ansiedade natural pelo prazer de viajar. Ainda que em serviço, eu (sim meninos e meninas, desta vez é o “caladinho do Dallas que vos conta a história), estava ansioso mas algo birrento pela viagem!

Birrento porqué? Bem, birrento porque o trajecto que me foi dado em serviço era com um numero quase infindável de escalas e ia ter uma noite em Bali. Já tinha estado várias vezes em Bali, pelo que preferia dormir na escala que habitualmente fazia em Singapura, daí a minha “birrinha”.

Tiff: ” O Dallas esqueceu-se de referir que também estava birrento, porque foi a primeira vez que voou com a “minha” companhia aérea, e como desconhecia, preferia que lhe tivessem marcado voo com a KLM ou a Lufthansa!”

Bem, o que não tem remédio, remediado está! Logo o melhor era fazer as malas e fazer-me ao caminho!

A saída teve lugar em Lisboa e após dois voos, estava em Doha, no Qatar. Ainda mal tinha recuperado da beleza do deserto, dos poços de petróleo em chama permanente e já andava eu feito piolho eléctrico, para trás e para a frente no aeroporto. Gosto de aproveitar todos os segundos, para conhecer, visitar, explorar e contemplar todas as pessoas e raças. Como a escala era curta, não deu para ir além do pequeno e sobrelotado aeroporto DIA (Doha International Aiport). Chegou o check-in e toca de ir para Bali, com a escala técnica em Singapura.

O voo iniciou com toda a normalidade e com os típicos procedimentos de uma companhia aérea do médio oriente, rebuçados e tissues molhados. Já em pleno voo, filmes… e papinha!

Aqui, a menina Tiffany, serviu-me o jantar e honestamente, não dei muito por ela! Estava concentrado no filme e tento sempre ocupar o menor tempo possível à crew, pois o avião é grande e não sou o único a ser atendido. Para além do mais, estava também a sonhar alto, com um possível livro que poderia escrever. Um romance que fosse tão fabuloso quanto os de Nicholas Sparks. Pelo menos o titulo já tinha – “Love in Singapore”. Faltava apenas descobrir que não iria precisar de escrever esse romance, pois ele acabou por acontecer e eu faço parte dele!

Tiff: “Isto é a forma dele se desculpar, por nem ter reparado em mim, quando gentilmente lhe servi o jantar!!! De qualquer forma eu também não “reparei” nele!”

Voltando ao voo…

Quando tudo já dormia, fui à casa de banho. Parado no hall à espera que uma casa-de-banho ficasse livre, houve uma menina que meteu conversa comigo!

Tiff: ” Calma aí e para o baile! Eu o quê? Eu não meti conversa contigo!!! Um dos meus deveres como hospedeira de bordo, era confirmar que os WC estavam ok e reabastecer tudo! Por isso, mais uma vez, gentilmente e cordialmente perguntei se podia ser a próxima a entrar no WC! Ou seja passar-lhe á frente! Depois claro… como não sou antipática, perguntei-lhe o típico ” Esta a gostar do voo?” bla bla bla e convenhamos.. ele é que puxou conversa! lol”

Não sabendo ela que eu era Português e tendo ela um nome estrangeiro, nada se fazia adivinhar que ambos eramos Portugueses, por isso, iniciamos uma conversa trivial, em Inglês… e foi aqui que caí! LOL

Porque na trivialidade da conversa… do típico, de onde vens, para onde vais… surge o um ups! eu disse que ia para Timor Leste, em vez de East Timor!

A menina Tiffany disse logo… Espera aí, tu és Português?

Tiff: ” Não senhor!!! Este Dallas engana-se muito! poxa! Eu perguntei “Where are you from?” Ele respondeu “Portugal” e eu soltei a minhota que há em mim: ” Ai é português? E não sabia dizer logo? ah ah” A partir de aí claro que conversamos! para além disso eu tenho olhos na cara! (se é que me entendem…)!

Como raio queria ela que eu falasse tudo direitinho naquele instante? O meu cérebro estava demasiado ocupado a programar o meu corpo! “Inspira-Expira!” Tu não me desmaies Dallas!

Sim, verdade… o cérebro gelou naquele instante, o meu relógio parou e eu senti que o meu universo foi desafiado! Falamos mais uns instantes, e a Tiffany pediu se podia ir à casa-de-banho antes de mim. Eu, no meu cavalheirismo simples, concedi-lhe a prioridade.

Tiff: ” Já expliquei esta parte, não já? Eu ia fazer o meu trabalho! E para além disso, quando falei com ele tinha 2 caixas de lenços e 4 rolos de papel higiénico nas mãos… “

Falamos mais um pouco naquele dia, contudo, vos garanto que estávamos longe de imaginar tudo o que viria aí, até porque não trocamos contactos e ambos estávamos deslocados das nossas geografias.

No meu regresso, agendei uns dias de férias em Bali, para aproveitar aquela terra fantástica e recarregar baterias. Findas as férias, era altura de voltar para Portugal! Não esperava voltar a encontrar a Tiffany, mas a verdade é que ela não me saía da cabeça desde o dia em que a tinha conhecido.

Tiff: ” Ai ai que este Dallas não vos está a contar tudo direitinho! Então mas e a parte em que tu me perguntaste se eu fazia sempre este percurso? Como quem diz será que te vou voltar a ver? E que eu te disse que Normalmente não! Mas por acaso ( e começam aqui as nossas coincidências!) naquele mês deram-me 2 vezes Singapura! Nunca tinha acontecido! Nem voltou a acontecer! Nunca me deram o mesmo percurso 2 vezes no mesmo mês! Mas naquele dia eu disse-te mais ou menos a data e tu disseste todo esperançoso ” Se calhar, ainda nos encontramos!” E que por acaso tiveste de mudar o teu bilhete, e que só por causa disso é que nos encontramos! Quando tu pensaste que por teres mudado o bilhete, é que nunca mais me vias…”

Nesse dia, o meu voo era à meia-noite, ia de Bali para Doha com escala técnica em Singapura. Era altura do check-in e tinha o desafio de fazer entender a uma senhora que falava muito mal Inglês, que queria lugar nas primeiras filas e junto à janela. A senhora do check-in, entendeu tudo certinho… LOL. Ultima fila do avião! Siga!!!!

Tiff: “43k forever!”

Mas nestas coisas sempre penso, o que não tem remédio, remediado está, por isso toca a disfrutar do voo.

O boarding iniciava-se… eu, no meu estilo habitual e algo despistado comecei a entrar no avião. Após passar a porta, viro para o corredor e não queria acreditar! A Tiffany estava naquele avião!

Tiff: ” E era R5! ou seja estava sentada atras!”

Quais as hipóteses de isto acontecer? Mínimas, acreditem! Uma crew pode passar semanas ou meses, sem repetir um trajecto. E qual a possibilidade de novamente calharmos no mesmo avião? Talvez ainda menores!

Conspiração do universo? Talvez… mas esta é uma conspiração maravilhosa!

 Continuando, quando caminhava na direcção da Tiffany, só pensava, calma Dallas, não faças asneira!

Para que ela me visse e como tinha gente à frente (um passageiro e uma outra crew), desviei-me ligeiramente para o lado para que me visse e pudesse libertar um simpático “Boa noite” em Português… Até que…

Me desviei tanto que dei uma cabeçada na “overhead bin”… e saiu um…

Foo*****, ai…. Boa noite!

Tiff : ” Felizmente eu só ouvi ” Boa Noite” e o eco da cabeçada! ah ah

Por sua vez, a Tiffany, deu um salto tão grande para trás, que pensei que ia sair pela traseira do avião! 

Ambos estávamos incrédulos, com a coincidência maravilhosa que estava ali a acontecer.

Tiff :” Incrédula sim! Mas muito contente também! “ 

Dirigi-me ao meu lugar, o 43K, e de lá, observei e era observado pela Tiffany! Parecia que os astros de alguma forma se alinhavam a nosso favor! 

Eu cá, explodia por dentro por pensar na impossibilidade do reencontro, a Tiffany, explodia por fora, pois ouvia-a a cochichar com a colega na Galley.

Tiff: ” Menos Dallas, menos!!”

A trivialidade do voo, prosseguiu, com pequenos comentários e conversas que nos colocavam um sorriso nos lábios.

Tiff: ” O que tu queres dizer é que quando eu te disse “Bom Apetite, tu quase te engasgas… :p “

Quando o voo terminou, era altura de sair, era escala em Singapura. A Tiffany, ia pernoitar lá e eu seguia viagem.

Antes de continuar, tenho de vos colocar uma questão;

Já sentiram alguma vez na vida que o tempo se esgotava? Tal como se fosse um ampulheta a ver a areia chegar ao fim?

Pois bem, foi assim que me senti, pois achava que não iria ver novamente a Tiffany. Enquanto os passageiros saíam do avião, nós conversávamos mais um pouco… a minha boca secava, a minha voz ficava tremula e o oxigénio quase não chegava ao cérebro. Eu só pensava, pede o numero de telefone dela! Mas, de alguma forma era dominado por alguma da minha timidez e também pelo respeito que tinha de ter pelo trabalho da Tiffany.

A verdade é que acabamos por trocar contactos!

A nossa história iniciou-se naquele dia, mas de alguma forma, sinto que muito antes, bem antes, já as nossas linhas estavam escritas, pois uma vez é coincidência… duas é já o principio da conspiração! LOL

Ainda que sejamos reservados, em alguns detalhes ou histórias, estou certo que irão aqui aparecer mais algumas das nossas coincidências fantásticas, senão vejam, qual a probabilidade de no Dubai, num Jipe de 7 lugares, dois estarem ocupado por nós, outro pelo condutor e outros dois, por um casal de Singapura, sim, aquela cidade que nos uniu?

Tiff: ” Sim, isto foi só o inicio de uma bela história e de muitas coincidências!”

Acima de tudo o que queremos partilhar convosco hoje, é que o amor é o sentimento mais puro e belo! Um beijinho para todos e obrigada por fazerem parte da nossa história!

Beijinho, Tiff & DAllas

Ou melhor dizendo D & N

( mais um mistério… mais uma historia!)

 

Partilha:

19 Comments

  1. 17 Fevereiro, 2016 / 14:13

    Amei!!! Que a vossa história seja repleta de Felizes coincidências 🙂

    Beijinhos e Felicidades <3

    • Tiffany & Dallas
      17 Fevereiro, 2016 / 16:16

      Obrigada Paulinha!
      Assim o esperamos! 🙂
      Beijito

  2. Ana Marques
    17 Fevereiro, 2016 / 11:18

    Historia Lindíssima, Conspiração? Coincidência?
    Quem sabe? Final Feliz é o que interessa!
    Muitas Felicidades. Beijinhos.

    • Tiffany & Dallas
      17 Fevereiro, 2016 / 16:15

      Sim! O que importa é sermos felizes!
      O destino deu um empurrãozinho e nós aproveitamos! 🙂

  3. paula bateira
    17 Fevereiro, 2016 / 01:50

    Adorei, principalmente a cabeçada hahaha

    • Tiffany & Dallas
      17 Fevereiro, 2016 / 16:14

      Na hora não me ri! Aliás não nos rimos!
      Mas agora… tenho um namorado muito tonto, não tenho? hihi

  4. Leonor Santos
    16 Fevereiro, 2016 / 13:00

    gostei mt
    sejam mt felizes

    • Tiffany & Dallas
      16 Fevereiro, 2016 / 21:20

      Obrigada Leonor! 🙂
      Beijinho

  5. Natasha
    16 Fevereiro, 2016 / 09:56

    Que lindinhos :). Gosto tanto…

    • Tiffany & Dallas
      16 Fevereiro, 2016 / 21:21

      Tu já ouviste esta história ao vivo! 🙂

  6. maria antonio
    15 Fevereiro, 2016 / 22:44

    Adorei deixo votos das maiores felicidades 😃

    • Tiffany & Dallas
      15 Fevereiro, 2016 / 22:48

      Muito Obrigada Maria! 🙂
      Beijinho

  7. 15 Fevereiro, 2016 / 22:26

    Que história linda *.* Sempre ouvi dizer que na vida não existem coincidências 😉
    Mil beijinhos :*

    • Tiffany & Dallas
      15 Fevereiro, 2016 / 22:42

      Nós concordamos com isso!
      As nossas coincidências são demasiado fortes, para serem somente coincidências! 😛
      Beijokita

  8. Muriela Madureira
    15 Fevereiro, 2016 / 22:01

    que gira história de amor *.*

    também quero uma historia de love assim eheheheh
    parecida vá xD

  9. Helena Raquel
    15 Fevereiro, 2016 / 21:46

    Que história mais linda ♡♡♡
    Adoreiii
    sejam muitooo felizes

    • Tiffany & Dallas
      15 Fevereiro, 2016 / 21:48

      Obrigada Helena! 🙂

  10. celia pereira
    15 Fevereiro, 2016 / 21:37

    bonita historia

    • Tiffany & Dallas
      15 Fevereiro, 2016 / 21:43

      Obrigada Célia! 🙂

Responder a Muriela Madureira Cancelar resposta